História do Albion: Os Guardiões de Albion

História do Albion: Os Guardiões de Albion

Durante as preparações e desenvolvimento para a fase BETA do Albion Online, os desenvolvedores, em parceria com o autor de fantasia Peter Newman, também estão trabalhando no folclore e nas história de Albion. Eles publicaram no site oficial uma pequena parte da já feita história do Albion Online, confira o post traduzido:

 

Há tanto quanto a história é registrada em Albion Online, as tribos estão lá. Com o passar dos tempos, elas têm crescido, encolhido e crescido novamente. Centenas de insignificantes batalhas lutadas e esquecidas. O que separou o grupo humano de Albion dos outros seres vivos foi sua capacidade de ouvir e entender.

Onde guerreiros veriam predadores, alguns tomaram uma visão mais ampla, escutando o sussurrar das correntes d’água, o farfalhar das folhas e o uivar dos ventos através das montanhas. Eles tornaram-se os primeiros druidas, sintonizando-se com o coração da terra.

Eventualmente, um deles almejou “mais” e enganara os Guardiões de Albion a participar no que viria a ser “A Grande Guerra de Albion”. Incontáveis batalhas foram travadas, uma mais feroz que a outra. Ao fim, Albion perseverou, apesar de coberta pela bruma, os Guardiões ressurgiram feridos, dizimados, porém vivos.

Mil anos se passaram sob a vigia dos Guardiões até que finalmente um novo grupo de colonos chegam à costa de Albion, vestidos em peças íntimas mas determinados a mudar o equilíbrio para sempre.

A facção dos Guardiões enquanto isso se divide em três sub-facções:

1. As tribos

Os humanos de Albion tendem a ser maiores que os do mundo antigo. Eles têm uma cultura de caça e coleta, constantemente mudando de um local de caça favorecido para outro ao longo do ano. Eles são organizados em tribos e cada uma têm seu próprio líder. Poucas regras os governam mas cada tribo têm sua peculiaridade que as diferenciam. No entanto, todas as tribos colocarão suas diferenças de lado caso uma ameaça surja em Albion. As estratégias das tribos são simples e diretas. Eles podem caçar como uma alcateia de lobos mas preferem lutar sozinhos. Seus guerreiros são brutais, capazes de elevar a consciência a um estado de fúria primitiva. Sua posição é regida pela mistura das suas conquistas com a sua idade, quanto mais velho você é, mais respeito você tem.

2. Os druidas

Apesar de cada tribo ter seu próprio druida, os druidas também mantém ligações com os de outra tribo, encontrando-se nas marcas sagradas durante os solstícios de inverno e verão para praticar seus rituais e desfrutar de uma boa fofoca. Druidas geralmente se mantêm fora da política tribal, apesar de darem conselhos em tempos de conflito.

3. Os gigantes

Os gigantes nunca param de crescer. Com a idade eles se tornam cada vez mais parecidos com a própria terra, até musgo começa a crescer em suas costas e sua pele começa a ficar dura, com aspecto de rocha. Um gigante jovem dorme apenas uma ou duas vezes por ano, mas com a idade esse sono cresce em duração e frequência, os gigantes mais velhos são grandes como montanhas e podem dormir por centenas de anos se não perturbados. Gigantes se alimentam apenas de carne, de preferência, carne que ainda se mova. Eles têm um gosto especial por carne humana, embora devido aos pactos com as tribos, isso tenha se tornado uma iguaria.

Autor: Marcola

O grande guardião da zueira.

Compartilhar a publicação